Resenha: Tinta Candy Color, Vampire Red

Oi, zente!


Hoje trago pra vocês as minhas impressões sobre a tinta Vampire Red, da Candy Color, que recebi da loja Ideal Shop, que é parceira aqui do Nosferô. Pra quem não sabe, a Candy Color é uma das primeiras tintas fantasias alternativas do Brasil e é fabricada artesanalmente. A média de preço da tinta é de R$30 á R$40.


Eu fiz retoque de raiz e passei a tinta, então hoje vou mostrar o passo-a-passo e o processo de duração da tinta durante duas semanas.


Primeiramente, eu descolori a raiz com Supermeches e ox de 30 volumes, mas passei também no comprimento pra tirar o excesso de anilina e receber a tinta melhor. Aí a raíz ficou nesse loiro-ovo, que era a intenção mesmo, e o comprimento ficou esse rosa neon exxxxxxcândalo uehuehuehueh Sempre depois que faço uma descoloração, faço uma Reconstrução Ácida pra igualar o PH do cabelo, repor as proteínas perdidas e prolongar a duração da tinta que vai vir depois, até porque cabelo bonito é cabelo saudável. Então o meu processo foi: Descolorante > Shampoo com Sulfato > Vinagre Diluído em Água > Tinta > Máscara de R > Máscara de N > Vinagre Diluído em Água.



A tinta é muito curiosa, porque a consistência dela é em gel e ela é bem líquida, escorre fácil. Eu que tô acostumada com as tintas em creme, não me acostumei com essa tinta, ainda mais que o meu cabelo tava poroso (óbvio, acabei de descolorir), senti uma graaande dificuldade em passar a tinta. Na embalagem, recomenda-se passar depois do shampoo, deixar descansar por 20 minutos e proceder com as hidratações normalmente.

Depois, continuei normalmente com o meu processo e quando sequei a franja e passei chapinha, ela ficou assim:


Ficou um pouco mais escuro e mais alaranjado do que eu esperava (na foto não deu pra ver muito bem) e na segunda lavagem já conseguia ver a raíz mudando de cor. A duração da tinta foi mediana, 3 semanas depois eu já estava com o cabelo da mesma cor de antes da descoloração praticamente, e eu achava que a tinta tinha um fundo mais frio, quando na verdade ela tinha um fundo mais quente. A minha raíz já estava loira e beeeeem alaranjada quando fui fazer o retoque.

Rendimento e Duração

Achei que a tinta não rende tanto, por ser líquida/gel. E recomendo essa tinta pra quem gosta de mudar bastante, porque a duração dela é mediana. Não dura tanto quanto anilina, mas não sai com o vento como a Keraton Hard Colors, por exemplo.

Gostaria de lembrar vocês que como está escrito no rótulo, a tinta é artesanal. Para produtos desse tipo, eles são obrigados a passarem por uma fiscalização pela ANVISA. Coisa que não existe por parte da Candy Color no momento, então assim, você assume a mesma responsabilidade que você assume usando Anilina, assim como eu assumo. Comigo não deu problema algum, nenhum dos dois métodos, mas acho interessante a conscientização das pessoas em relação a isso.

EDIÇÃO - 10/11/2014: Averiguei e o processo de fiscalização já está sendo feito nas tintas e em breve a Candy Color terá registro na ANVISA! Yey!

É isso, zente! Espero que vocês tenham gostado e se tiverem alguma dúvida, deixem nos comentários, sim?

Bêzo!

Posts Relacionados

0 comentários

Artes e desenvolvimento por Rubia Del Vecchio. Tecnologia do Blogger.

Flickr Images