Sobre o meu Cabelo: Parte 1 - Cuidados Básicos

Oi zeeeeeeente! Perguntei pra vocês se vocês queriam um vídeo/post sobre as minhas mudanças capilares dos últimos tempos, e como vocês acharam legal eu fazer, hoje estoy aqui (querendo-te) pra fazer o post e vídeo sobre. Se quiser assistir o vídeo, dá play aqui em baixo, e se quiser ver o post, é só clicar em "leia mais"!


Bom... vou começar falando que fiquei muuuuito tempo pesquisando e trocando ideias no grupo do blog Chibi Room (melhor blog pra quem quer ou tem cabelos coloridos!), então, se você quer passar por uma mudança muito drástica no seu cabelo, recomendo REVIRAR o blog da Chibi. Ela manja pra caramba e o grupo é um dos melhores do Facebook em relação a cabelos!

Descoloração e Tinturas


A ideia inicial era descolorir e pintar a parte de cima do meu cabelo de azul-escuro com fundo arroxeado.
Aí parti pras mudanças! Comprei o Supermeches (Alfaparf) e Ox de 30, fiz uma aplicação de Dekap pra desencargo de consciência e fui que fui no descolorante...
Só que eu passei azeite de oliva e óleo de rícino antes, pra evitar que o cabelo estragasse muito, porque tinha visto que aplicar óleo vegetal no cabelo não interferia no resultado da descoloração... Ahhh como eu tava errada! Eu apliquei muito óleo e óleo muito pesado (afinal, tamo falando de óleo de rícino, né, gente?), e a descoloração ficou TODA manchada, TODA DESIGUAL. Na verdade, o óleo que deveria ser aplicado era o de Côco, e em pouca quantidade. Cagada feita, quase fui na farmácia comprar tinta preta, mas a San me convenceu e eu passei o azul pela primeira vez. Fiz uma mistura na proporção 2:1 de Azul de Metlileno e VG. Aí ficou uma cor bonita, mas só na raíz :(

Depois de uns dias, passei descolorante só na franja que ficou um verde-claro, só que em baixo ficou mais claro do que em cima... resumindo, meu cabelo ficou mais verde na parte de cima e o azul LINDO que queria em baixo.

Dá pra ver isso muito bem nessa foto.
 Fiquei com essa cor durante umas 3 ou 4 semanas, aí o cabelo começou a desbotar pra um verde MUITO horroroso, que vocês viram no meu vídeo de compras de Abril...
Eu me olhava no espelho e não me identificava com aquela cor, nem com o azul bonito que tava desbotando em baixo, aí tomei a decisão que eu iria pintar metade da franja de preto (e o resto do cabelo) e passar vermelho no verde horroroso, porque já tive franja vermelha e não tem jeito, vermelho É A MINHA COR quando se trata de loucuras capilares...

Como o meu cabelo é grandinho, toda vez que resolvo pintar o cabelo, tenho que comprar 2 tintas pra pintar, porque uma só não rende. Inicialmente, eu ia comprar a Beauty Color, que foi a que testei pela última vez que pintei meu cabelo (em julho ou agosto do ano passado...) e gostei do resultado. Mas acabei optando pela tinta da Maxton (1.7), porque da Beauty Color, onde comprei, não tinha só a bisnaga e eu não tava lá muito $$$$$$$$rhyca$$$$$$$$, né?
Usei a ox de 20 da Beauty Color e apliquei a tinta em todo o meu cabelo, sendo que:

Erro 1 - Não fiz prova de toque. Eu deveria ter feito, porque sou propensa a ter alergias á diversos cosméticos (esmaltes, demaquilantes, maquiagens MUITO baratinhas).
Erro 2 - Não passei creme condicionador (ou gel, ou qualquer outro tipo de creme) pra proteger a minha pele de manchas provenientes da tinta que caísse nela. Sim, fui vida loka memo. AUHEUEHUEHEUH

Resultado? Pintei o cabelo, a cor ficou LINDA (amo meu cabelo quando tá preto, e de fato, a cor ficou bem bonita), mas em compensação, depois de umas 2 horas que enxaguei meu cabelo e finalizei com chapinha, meu couro cabeludo e as partes que entraram em contato com a tinta começaram a coçar bastante. Tipo... BASTANTEEEEEEEEEEEE! De tanto que coçavam, eu fiquei com algumas feridas no couro cabeludo, e ainda por cima, tive queda capilar :(
Na lavagem seguinte, eu passei bastante shampoo nos cabelos e esfreguei bem 2 vezes, mas apesar do couro cabeludo estar bem limpinho (mesmo), as coceiras continuaram. Na lavagem depois dessa que as coceiras diminuíram consideravelmente, chegando a praticamente 0. Na pele que coçava, eu passei pomada (Fenergan) pra aliviar a coceira, e até aliviou, mas não resolveu. Resumindo, eu tive alergia á tinta. E isso já aconteceu quando usei Nutrisse também.

Que lição aprendemos hoje? Se você já é propensa a ter alergias (eu! eu!) faça o favor de comprar tinturas (que usam ox) de boa qualidade ou tonalizantes.

Agora falando sobre a Franja vermelha, eu fiz 2 aplicações de Dekap pra ajudar na remoção do verde tenebroso que ficou. O Dekap me pregou algumas peças, porque eu descobri que ele demora mais ou menos 3 lavagens pra sair completamente do cabelo, mesmo enxaguando bem.
Descobri isso porque quando eu passava chapinha no cabelo, eu via que meu cabelo ficava mais claro, porque o dekap em contato com o calor dá a impressão de que remove melhor a tinta (mas em compensação, estraga mais o cabelo!).
Tem uma moça que fez e gravou esse método de usar Dekap e chapinha no cabelo, mas eu não recomendo esse método de FORMA ALGUMA, porque estraga DEMAIS o cabelo (pode mudar a estrutura do fio) e pode trazer danos irrecuperáveis pro fio. Quando se trata da franja, não tem problema porque é só cortar, afinal, eu tô sempre cortando a minha! Mas o problema é quando a pessoa tem cabelo grande e me faz uma coisa dessas...

MÃS enfim. Como a parte de cima do meu cabelo tava mais escura, eu tive que passar descolorante de novo, tanto pra remover a tinta, quanto pra clarear mais o cabelo e ficar tudo igual. Então usei Supermeches de novo, ox de 30, 15min, e parti pro abraço \o\ Aí, logo depois da descoloração, eu usei a Anilina vermelha da Glitter junto com Yamasterol, queratina líquida pra recuperar o cabelo da descoloração e um pouco de óleo de Argan, e nem precisei neutralizar, porque o vermelho já neutraliza bem o verde. Aí ficou assim:



YEEEY ♥ Ficou o vermelho que queria! Depois de umas 3 semanas retocando o vermelho, fui retocar de novo e tinham sumido com a minha anilina :):):) e o meu cabelo tava horroroso, um vermelho neon que não fica legal em mim... aí meu pai tinha um pouco de anilina mogno guardada (que é um pouco mais escura que a vermelha e mais rosada) e passei com ela mesmo. Meu vermelho tá bem puxado pro magenta, muito bonito, tô AMANDO. ♥

Cuidados


Nesse meio tempo em que decidi virar uma colorida, decidi também que ia abolir os petrolatos (e sulfatos, mas ainda tô na luta) da minha rotina capilar.
Então comprei alguns produtos pra minha nova rotina sem petrolatos. Logo atualizo o post com a formulação de cada produto que mostrei pra vocês!


1 - Shampoo Anti-Queda - Clear
Comprei o anti-queda da Clear justamente porque o meu cabelo tá caíndo muito e eu precisava de algo que ajudasse. Apesar de querer usar produtos sem sulfato e esse shampoo ter sulfato, ele é o que tá dando jeito na minha queda excessiva por enquanto, junto com o tônico de alho da gota dourada que já mostro pra vocês.

2 - Shampoo Neutro - Palmolive
Não sei que tanto cês gongam os produtos da Palmolive, pra mim os shampoos são BBB's e dão muito certo. Também tem sulfato, mas limpa muito bem meu couro cabeludo... Uso ele antes do da Clear pra limpar (passo shampoo no meu cabelo 2x na lavagem) e funciona bem, não resseca o cabelo e limpa legal. Tô usando mais pra acabar mesmo, mas eu gosto e o preço é BEM amigo.



1 - Neutro - Flores e Vegetais
Comprei um condicionador dessa linha neutra da Flores e Vegetais porque não tem petrolatos e porque A-MO o cheiro dessa linha. Cheiro de perfume de bebê, AMO SOU. Esse condicionador é bom pra quando faço outras etapas mais hardcore do cronograma, porque ele não interfere no resultado, só fecha as cutículas e deixa o cabelo macio. Mas tem vezes que uso ele sem fazer nada do cronograma também e o cabelo continua divo sambando na cara do rekalk.

2 - Yamasterol Amarelo
Esse é tão querido por todo mundo que nem pensei 2x antes de comprar... uso ele direto como condicionador e dá jeito no meu cabelo nos dias que não faço nenhum passo do cronograma ou quando faço Hidratação. Muito leve, mas funciona muuuuuuito bem como condicionador, estou amando.



1 - Defrizante com Òleo de Macadâmia, Aminoácidos e Proteínas - Vital Touch
Nunca nem tinha visto nada dessa marca, mas como uso e abuso da chapinha, precisava de um protetor térmico que desse conta do meu cabelo, que não tivesse queratina e nenhum tipo de petrolato. Então esse leave in foi a minha escolha e tô gostando bastante dele, ele deixa meu cabelo sem frizz e protege muito bem do calor da chapinha e escova!

2 - Tônico de Alho - Gota Dourada
Cês amam esse produto, né? Faz o maior sucesso! Esse é clássico do mundo capilar de crescimento, mas eu comprei ele pensando mais na queda capilar do que no crescimento, porque meu cabelo tá caindo muito. Tô usando ele depois da lavagem e deixo até a lavagem seguinte, e ele tá ajudando bastante nesse quesito, junto com o shampoo anti-queda. E eu até gosto do cheiro, viu? (pessoas me julgando em 3... 2... 1...)


1 - Máscara de Algodão e Côco - Phytoervas
Paguei R$20 nessa máscara e ela não funcionou no meu cabelo. Senti meu cabelo muito pesado e oleoso, simplesmente não rolou meeesmo!  Sem contar que eu acho que tenho que usar MUITO produto pra essa máscara se espalhar por igual no meu cabelo que é pouquinho, ein? Gonguei, não gostei mesmo. Não sei se é a marca que não funciona no meu cabelo ou se escolhi os produtos errados...

2 - Shampoo de Jaborandi - Phytoervas
Todo mundo fala super bem da linha de produtos da Phytoervas, mas eu simplesmente não me dei bem com esse shampoo. Por mais que seja de Jaborandi, senti que meu cabelo fica oleoso mais rápido com ele, e ele não ajudou em nada na queda capilar (meu cabelo tá caindo horrores) e também por custar R$15, sendo que eu praticamente bebo shampoo... Simplesmente não rolou, cara. Não rolou.


E aí, quais foram as suas experiências de tristeza e alegrias com produtos capilares? Me contem, vou amaaaaaar (mas vou chorar com vocês) saber!
Bêzo!

Posts Relacionados

0 comentários

Artes e desenvolvimento por Rubia Del Vecchio. Tecnologia do Blogger.

Flickr Images